O Diretor do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva (IESC) comunica, pelo presente edital, a abertura de inscrições para o processo seletivo destinado ao provimento de dez (10) vagas para o Curso de Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva, com início previsto para março de 2020.

O curso é destinado aos profissionais da área de saúde, exceto médicos, e aos graduados em Saúde Coletiva. O curso tem duração de vinte e quatro (24) meses, em regime de tempo integral e dedicação exclusiva, com carga horária semanal de sessenta (60) horas, com trinta (30) dias de férias por ano.

As inscrições serão efetuadas no período de 16 de setembro a 07 de outubro de 2019, por via online.

Em caso de dúvidas ou necessidade de mais esclarecimentos, o candidato poderá entrar em contato pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Mais informações em http://www.iesc.ufrj.br/concursos/em-andamento/209-selecao-para-o-curso-de-residencia-multiprofissional-em-saude-coletiva-da-ufrj-turma-2020-2021

logo paisagem site

Olá,

O IESC realizará no período de 03 a 07 de novembro a V Semana de Saúde Coletiva da UFRJ.
Este evento vem sendo realizado desde a criação do IESC. Neste momento contamos com a colaboração de todos para promovermos um espaço de integração, discussão acadêmica e de visibilidade do nosso trabalho para a sociedade.
A direção vem realizando reuniões para viabilizar este evento e pensamos como tema desta edição: Saúde, cultura e democracia. Estamos nos organizando em comissões e em breve encaminharemos as composições destas com os nomes das pessoas que já manifestaram o desejo de participar.
Para acessar o site da V Semana de Saúde Coletiva da UFRJ, clique aqui.

Temos o prazer de convidar para a avaliação do pedido de promoção a Professor Titular do Professor Ronir Raggio Luiz, da Área de Epidemiologia e Bioestatística do IESC no dia 23/08/2019

Trata-se da primeira progressão para Professor Titular do IESC.

Programação

11:30 horas - Instalação da Comissão Avaliadora
13:00 horas - Conferência:  Do P-valor ao E-valor, uma variação de valor cientificamente significativa
14:00 horas - Defesa do Memorial

Local: Auditório Profa. Dulce Helena Chiaverini

Comissão Avaliadora

(homologada na sessão extraordinária da Congregação do IESC realizada em 15 de agosto de 2019)

Membros Internos

  • Roberto de Andrade Medronho - Professor Titular da FM/UFRJ
  • Volney de Magalhães Câmara  - Professor Titular do IESC/UFRJ - PQ-2 do CNPq (suplente)

Membros Externos

  • Claudio José Struchiner - Pesquisador Titular da FIOCRUZ - PQ-1A do CNPq
  • Evandro da Silva Freire Coutinho - Pesquisador Titular da FIOCRUZ - PQ-1A do CNPq
  • Luiz Antonio Bastos Camacho - Pesquisador Titular da FIOCRUZ - PQ-1B do CNPq
  • Christovam Barcellos - Pesquisador Titular da FIOCRUZ - PQ-1A do CNPq
  • Paulo Nadanovsky - Professor Titular do IMS/UERJ - PQ-2 do CNPq (suplente)

 

O Centro Brasil de Saúde Global (CBSG) dissemina o conhecimento e o debate sobre temas de saúde global em atividades de ensino, pesquisa e extensão.                                  

Oferecemos 02 (duas) vagas de estágio para alunos de graduação em Saúde Coletiva do IESC-UFRJ, que atendam aos seguintes requisitos:

  • estejam a partir do 3o período e com CR > 7,0,
  • tenham interesse por temas de saúde global,
  • estejam dispostos a enfrentar novos desafios acadêmicos, e
  • tenham inglês intermediário e familiaridade com mídias sociais.

Inscrições (até 11/09/2019):

Enviar Currículo e Histórico Escolar para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Após avaliação da documentação, candidatos receberão e-mail com orientações sobre a próxima etapa da seleção.

uerj 

 

ims

 

abrasco debate uerj

 

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro vai receber o Debate “Desafios da Atenção Primária e a necessidade de profissionais de Saúde” organizado pela Abrasco e com participação de todos os institutos de Saúde Coletiva do estado do Rio de Janeiro, Escola Nacional de Saúde Pública da Fiocruz e entidades da área. Pesquisadores de instituições formadoras no campo da Saúde Coletiva no Rio de Janeiro serão os expositores e representantes das entidades e movimentos que defendem o Sistema Único de Saúde – SUS e seus profissionais participarão como debatedores. “Estaremos cumprindo o nosso papel e mostrando para a sociedade que não podemos abrir mão do direito universal à saúde tão duramente conquistado ao longo dos últimos 30 anos.”, pontua Gulnar Azevedo e Silva, presidente da Abrasco e coordenadora do encontro.

A professora Ligia Bahia, do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro e ainda pesquisadora da Comissão de Política, Planejamento e Gestão em Saúde da Abrasco abordará dois aspectos do tema Atenção Básica e formação de profissionais: – “O primeiro é a ainda pouca procura da especialidade medicina de família, me parece necessário problematizar o tema e buscar compreender similaridades e distinções entre médicos de família e generalistas. O segundo aspecto refere-se ao fato de médicos de família trabalharem em postos desvalorizados de empresas de planos de saúde. O que nos remete ao debate sobre sistema de saúde e atenção primária. Teremos atenção primária no Brasil mas será privada?” pergunta Ligia.

Do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal Fluminense virá o professor Aluísio Gomes Júnior que pretende fazer um balanço das conquistas do SUS, na Atenção Básica e discutir as alterações na política de saúde desde 2017 e os problemas gerados por essas medidas – colocando em debate possíveis estratégias de enfrentamento: – “Comentarei também as experiências de ‘flexibilização’ da gestão da força de trabalho na Atenção Básica.” resume Aluísio.

Já Paulo Henrique Almeida, professor do IMS/UERJ irá analisar criticamente as propostas do Ministério da Saúde (MS) relacionadas ao programa Médicos pelo Brasil e suas diferenças em relação ao Programa Mais Médicos, além da proposta de gestão centralizada e terceirizada do Programa e os esboços de propostas de co-pagamento de serviços do SUS pelos usuários.

Confira a programação completa:

Debate “Desafios da Atenção Primária e a necessidade de profissionais de Saúde”

Dia 29 de agosto, às 13h30
Salão Nobre da Faculdade de Direito, 7º andar.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Coordenação
Gulnar Azevedo e Silva – Abrasco

Expositores
Aluísio Gomes Júnior – ISC/UFF
Cristiane Novaes – ISC/UNIRIO
Ligia Bahia – IESC/UFRJ
Maria Helena Mendonça – ENSP/Fiocruz e Cebes
Paulo Henrique Rodrigues – IMS/UERJ

Debatedores
Associação Brasileira de Economia e Saúde
Rede de Médicas e Médicos Populares
Rede Unida
Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro
Associação de Medicina de Família e Comunidade do Estado do Rio de Janeiro

A Decania do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ tem o prazer de convidar para a sua Aula Inaugural 2019, segundo semestre, intitulada “O SUS no contexto da Saúde Global e o papel da Universidade”, que será realizada no dia 08 de agosto, às 10 horas, no Auditório Professor Rodolpho Paulo Rocco, ministrada pelos professores Antonio Ledo, Ligia Bahia e Roberto Medronho.
Na aula, que segue o formato de “mesa redonda”, será discutido o tema SUS (Sistema Único de Saúde), Saúde Global e Universidade e o papel da universidade na busca pela eficiência e excelência na pesquisa, na formação de profissionais qualificados na área da saúde, e a contribuição com o atendimento ao público e a saúde pública.

Antonio Ledo, doutor em Epidemiologia pela University of North Carolina - EUA e pós-doutor pela ENSP/FIOCRUZ. Professor titular da Faculdade de Medicina da UFRJ, Coordenador do Laboratório Multidisciplinar de Epidemiologia e Saúde (LAMPES) e da Coordenação de Projetos Especiais da
Decania do Centro de Ciências da Saúde/UFRJ. Atua em vários Programas de pós-graduação no país, incluindo o Programa de Clínica Médica/UFRJ, Programa de Saúde Coletiva do IESC/UFRJ e Programa de Mestrado em Saúde Materno Infantil IPPMG/UFRJ;

Ligia Bahia, professora associada da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É mestre em Saúde Pública e doutora em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Políticas de Saúde e Planejamento, principalmente nos seguintes temas: sistemas de proteção social e saúde, relações entre o público privado no
sistema de saúde brasileiro, mercado de planos e seguros de saúde, financiamento público e privado e regulamentação dos planos de saúde;

Roberto Medronho é doutor em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz, professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro, diretor da Faculdade de Medicina da UFRJ. Atua na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia. É membro da Rede de Pesquisa em Zika, Chikungunya e Dengue pela Faperj e da Rede Zika UFRJ.

Data: 08/08/2019 das 10h às 13h
Local: Auditório Professor Rodolpho Paulo Rocco, CCS/UFRJ, Cidade Universitária, Rio de Janeiro, RJ

Topo