top
 
Mestrado, Residência e Cursos
mail.iesc.ufrj.br
comite.iesc.ufrj.br
Cursos no IESC
Cadernos Saúde Coletiva

Boletim Informativo
#

Portal da Transparência - Gastos Diretos por Órgão (IESC da UFRJ)

i

Acesso à Informação no Brasil



Congregação do IESC
Regimento do IESC

    

Instituto de Estudos em Saúde Coletiva

O Instituto de Estudos em Saúde Coletiva teve sua constituição aprovada pelo Conselho Universitário da Universidade Federal do Rio de Janeiro em 14 de setembro de 2006, dezessete anos depois da criação do Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva, órgão suplementar do Centro de Ciências da Saúde.

A criação do NESC ocorreu em um contexto de intenso debate e mudanças nas práticas de reflexão e na organização do sistema de saúde brasileiro, o SUS. Constituiu-se como unidade de produção e difusão de conhecimentos na área de Saúde Coletiva, em processo de aceleradas transformações.

A transformação do NESC em IESC está, histórica e dialeticamente, inserida no desafio da sobrevivência deste modelo de saúde, construído para nosso país ao longo de décadas e nas transformações cada vez mais rápidas, no qual o setor complementar, privado, se amplia e sob exigências cada vez maiores da produção acadêmica, desejável, porém com sua autonomia confrontada.

O compromisso do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da UFRJ é apresentar e discutir, de forma aprofundada e crítica, os principais paradigmas que constituem as teorias da saúde coletiva no Brasil e no mundo. Formando profissionais de saúde capazes de reconhecer e considerar a complexidade das questões com que lidam, além de subsidiar práticas mais eficazes voltadas à saúde no nível coletivo.

O IESC conta com diversas linhas e projetos de pesquisa fortemente vinculados à extensão e formação de recursos humanos para a rede pública de serviços de saúde caracterizaram seu percurso, marcado pela participação ativa nos grandes debates travados no campo, confirmando a sua vocação: ser uma unidade acadêmica em constante diálogo com o movimento sócio-sanitário, buscando contribuir para o enfrentamento dos crescentes desafios que se apresentam no cenário da Saúde Pública Brasileira.


Curso de Extensão - 2016

Introdução a Análise de Redes Sociais

Coordenadora: Profa Marcia Gomide


Resumo da Proposta:

Este curso se propõe a apresentar a teoria da Análise de Redes Sociais de modo introdutório, fornecendo noções básicas que permitam diferenciar as redes de organização de serviço e as redes como instrumento de análise na avaliação do serviço ou em pesquisa. A partir de exercícios práticos, o aluno poderá compreender como aplicá-la.
Palavras-Chave: analise de redes sociais, avaliação de serviço, saúde coletiva

Objetivos:

Apresentar a teoria de Análise de redes sociais, os conceitos gerais, suas aplicações, procedimentos metodológicos e possibilidades no campo da Saúde Coletiva.  Saiba mais



Seminário




você sabia?

O VII Congresso de Ciências Sociais e Humanas em Saúde receberá resumos de trabalhos até o dia 30/05/2016 às 21:00 horas (horário de Brasília). Os resumos expandidos deverão ser enviados, exclusivamente pelo formulário eletrônico contido neste web site http://www.cshs.com.br/

No VI Congresso o grupo temático sobre direitos humanos possibilitou uma ampla discussão, que desejamos repetir neste VII Congresso com o GT 18. SAÚDE COLETIVA E DIREITOS HUMANOS. Nesse sentido, solicitamos o apoio de nossa comunidade acadêmica na divulgação e apresentação de trabalhos sobre o tema.



O GT 18. SAÚDE COLETIVA E DIREITOS HUMANOS, tem a seguinte proposta:

Os diversos estudos sobre as relações entre condições de saúde e a garantia de direitos humanos (DH) têm trazido implicações políticas, sociais e jurídicas relevantes na formulação das políticas e desenvolvimento de pesquisas em saúde, no âmbito nacional e internacional. Entre as implicações, destaca-se o conjunto de recomendações e esforços internacionais que enfatiza o potencial da abordagem dos DH para enfrentar desafios locais e globais de saúde pública, bem como o fortalecimento dos sistemas de saúde, a ampliação do acesso, e a reformulação de práticas de saúde. A proposição do GT justifica-se em função desses desafios e do atual contexto desfavorável à garantia de DH, que exige ampliar espaços de discussão, que agucem o pensamento crítico e consequentemente o agir em saúde diante das (ad)diversidades presentes. O objetivo do GT é aprofundar essa reflexão crítica sobre os diferentes aportes e usos dos DH para compreender e direcionar questões de saúde, reunindo trabalhos que expressem as diferentes preocupações e aplicações desse referencial, a partir de dois eixos: 1. Análises conceituais e metodológicas das interações entre saúde e direitos humanos nas políticas, representações e práticas de saúde. 2. Pesquisas empíricas sobre percepções, representações e abordagens dos DH na saúde, suas implicações para a cidadania e melhoria das condições de saúde, e os espaços de mobilização social e institucional em que este referencial vem sendo utilizado, em especial, na atenção a diferentes populações em situações de vulnerabilidade.


Coordenadores:
  • Miriam Ventura (IESC/UFRJ)
  • José Ricardo de Carvalho Mesquita Aires (FM-DMP/USP)
  • Veriano Terto Júnior (ABIA)



ERICA

Mais ERICA na mídia: A Tribuna, de Santos 26/03/2016

Mais uma reportagem sobre os dados do ERICA publicada no jornal A Tribuna, de Santos-SP e Folha de São Paulo.

Clique aqui para leitura completa da reportagem




gpdes
Dilemas e oportunidades atuais dos sistemas de saúde de países da América Latina: 
Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica e México

IV Semana

Ao corpo social do IESC

Agradecemos a todos que participaram da IV Semana de Saúde Coletiva.
Destacamos a importância do trabalho das Comissões de Divulgação,
Científica e de Cursos. Consideramos que as apresentações, debates,
comunicações e cursos foram enriquecedores para a reflexão sobre a formação e a produção de conhecimento no campo da saúde coletiva.
A Semana constituiu um espaço de troca e articulação entre os diferentes níveis de formação em saúde coletiva assim como entre diferentes instituições.
Esperamos que esse movimento tenha desdobramentos e contribua para o fortalecimento do papel do IESC no ensino, pesquisa e extensão no âmbito da saúde coletiva.

Atenciosamente, 
A Direção



Curso de Graduação em Saúde Coletiva

Curso de Graduação em Saúde Coletiva da UFRJ




Ouvidoria

Projeto ERICA
O ERICA é um estudo multicêntrico nacional que tem por objetivo conhecer a proporção de adolescentes com diabetes mellitus e obesidade, assim como traçar o perfil dos fatores de risco para doenças cardiovasculares. Leia mais



Ações para controle da tuberculose na Atenção Básica

Tuberculose



MEMORANDO CIRCULAR nº 09/13

Prezada(o)s

Foi remetido a esta direção o MEMORANDO CIRCULAR nº 09/13 da Pró-Reitoria de Planejamento, Desenvolvimento e Finanças da UFRJ, endereçado aos Decanos dos Centros, Diretores de Unidades, Institutos e Órgãos Suplementares, em cumprimento ao Acórdão nº 3863/2011 – TCU – 2ª Câmara, fundamentado no art. 56 da Lei nº 4320/64 e art. 2º do Dec. Nº 93.872/86, recomendando que Arrecade as receitas decorrentes de cursos oferecidos pela UFRJ, por meio de fundação de apoio, exclusivamente em conta de titularidade da própria universidade (...)”.

Portanto, ressaltamos que, nos termos do referido Memo nº 93/13, qualquer receita auferida em nome da universidade deve ser depositada na conta única da UFRJ.

O documento alerta ainda que o procedimento acima tem sido reiteradamente recomendado pelos Acórdãos do TCU, e chama a atenção para a possibilidade de aplicação de penalidades aos gestores públicos supra mencionados por infração à legislação vigente, destacando que “cabe aos Órgãos de Controle Externo, orientar, recomendar e, posteriormente, imputar penalidade pelo uso irregular dos recursos públicos, pelo que, orientamos a todos que gerenciem projetos no IESC a observância destas recomendações.



ppgsc



Programa de Pós-Graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva

Para entrar em contato com a secretaria
envie mensagem para:
ppgbios2010@gmail.com

Mestrado | Doutorado



146.164.25.145

Laboratório de Educação a Distância do Instituto de Estudos em Saúde Coletiva da UFRJ (LABEAD/IESC)

A experiência adquirida pelo Instituto de Estudos em Saúde Coletiva, associada à grande demanda de treinamento de profissionais de órgãos públicos federais e de governos locais proporcionaram estruturar a proposta do Programa de Formação de Recursos Humanos em Vigilância em Saúde Ambiental, na modalidade de Educação a Distância (EAD), por meio do convênio com o Ministério da Saúde e Organização Pan-Americana de Saúde. Leia mais



Direção
Diretor
Antonio José Leal Costa
Vice-Diretor
Maria de Lourdes Tavares Cavalcanti
Chefe de Gabinete
Jonhson Braz da Silva
Diretor Adjunto de Administração
Adriano da Rocha Ramos
Diretora Adjunta de Extensão
Márcia Gomide da Silva Mello
Diretor Adjunto de Graduação
Paulo Eduardo Xavier de Mendonça 
Diretora Adjunta de Pesquisa
Katia Vergetti Bloch